2 de maio de 2016

Jovens têm mais dor de dente?

Pesquisa feita em 250 cidades mostra relação entre incômodo dental e idade do paciente

dente

Meninas disseram ter mais dor nos dentes que meninos. Foto: Jennycu/Flickr

Uma pesquisa nacional mostra que existe uma relação entre a dor de dente e a idade do paciente. Realizado em 250 cidades, o estudo mostrou que 35,6% dos jovens de 15 a 19 anos tiveram dor nos dentes ou na gengiva. O trabalho, publicado nos Cadernos de Saúde Pública, se baseou nas informações do Levantamento Epidemiológico Nacional de Saúde Bucal de 2002-2003 sobre mais de 16 mil adolescentes.

Mas qual a explicação para os jovens sofrerem mais desse mal? Uma das autoras do levantamento, Karen Glazer Peres disse à Agência FAPESP que pesquisas como essa têm indicado que “indivíduos pertencentes a estratos sociais desfavorecidos economicamente têm pior condição de vida, menor acesso a bens de consumo e autocuidado, além de utilizar menos os serviços de saúde”.

A especialista afirma que são essas pessoas que têm maior prevalência e gravidade da cárie dentária, doença que é a principal causa de dor de dente.

O fator educação

O estudo também revelou que jovens com menor renda per capita e menos escolaridade apresentavam mais dor dental ou nas gengivas. O incômodo também apareceu mais em meninas (37,8%), enquanto 32,6% dos meninos relatavam a dor na região da boca. A explicação pode ser, no entanto, social. “Os meninos procuram se mostrar mais resistentes e, portanto, tendem a relatar menos dor”, diz a pesquisadora Karen Glazer Peres em entrevista.

Outras pesquisas

Karen Glazer Peres fala que não há muitos estudos comparando a dor no dente à faixa etária, mas deu o exemplo de outro estudo realizado por ela em Pelotas (RS), onde 63% das crianças de até 12 anos de idade disseram sentir dor dental em algum momento da vida. A dor nos dentes pode estar relacionada à escovação. Um estudo da Universidade do Porto, em Portugal, mostrou que 20% dos adolescentes não escovam os dentes todos os dias.

Já no Brasil, o IBGE diz que quase metade das pessoas por aqui não usa escova de dente. E o hábito de manter a higiene bucal é maior entre brasileiros de 30 a 39 anos de idade, 64,9% disseram manter os dentes limpos – entre jovens adultos de 18 a 29 anos, o número cai para 61,4%.

 

Comentários deste post